IRAN HANGING 07 23 2005

Gays poderão ser condenados a morte ou prisão apenas por serem como são

Sabe quando aparece aquela pessoa “esclarecida” e diz que vivemos numa ditadura gay? Que eles estão se fazendo de vítima, etc? Pois é… descontando alguns excessos por parte dos homossexuais, a luta deles é para que não sejam sufocados do jeito que ocorre em outras partes do mundo.

Num mundo aonde cada vez mais religiosos radicais chegam ao poder, ideias discriminatórias igualmente radicais e perigosas podem virar realidade.

O vídeo abaixo fala sobre legisladores nigerianos, que preparam uma proposta de lei que condena casais gays que vivem juntos a 14 de prisão, endurecendo a legislação contra homossexuais no país.

A Anistia Internacional disse que a medida ameaça os direitos humanos básicos de um grande número de nigerianos.

O senador Ahmed Lawan afirma que se o casamento gay fosse liberado, a população diminuiria muito portanto a lei é para a proteção da humanidade.

Já em Uganda, o governo chegou até a propor a pena de morte simplesmente por ser gay. Ou seja, se seu filho nascer gay, ele está condenado a morte. Seria esse o amor cristão? Imagine viver num país onde, da noite para o dia, você passa a ser condenado a morte apenas por uma questão estritamente íntima! Você sempre pagou seus impostos, honra pai e mãe, ajuda na sua casa, trabalha honestamente, mas não importa: você é gay e irá morrer. Será que mesmo os religiosos radicais realmente querem um mundo assim?

Compartilhar

Leave a Reply